Rede de Pesquisa em Governança da Internet, IV Encontro Anual da Rede de Pesquisa em Governança da Internet

Tamanho da fonte: 
ANÁLISE DO PAPEL DE ORGANIZAÇÕES TRANSNACIONAIS DA SOCIEDADE CIVIL NO DESENVOLVIMENTO DE REDES COMUNITÁRIAS DE INTERNET - ESTUDO DO CASO DE PENALVA, MA
João Paulo Aguiar

Última alteração: 2021-08-29

Resumo


Durante a pandemia da COVID-19, a Internet tem se mostrado uma ferramenta essencial para o acesso a diversas atividades que vão de trabalho até educação e uso de serviços públicos. Mesmo assim, 46% da população mundial ainda não está conectada, principalmente em áreas rurais e isoladas. A expansão da oferta de serviços de telecomunicações acontece com lentidão, e o modelo tradicional de provisão do acesso a partir de grandes operadoras mostra que não é suficiente para a inclusão digital das pessoas que vivem nestas áreas. Ao mesmo tempo, comunidades que demandam acesso à Internet têm desenvolvido um modelo de conexão alternativo, conhecido como redes comunitárias. Este modelo é visto por organizações transnacionais da sociedade civil como uma forma inovadora e complementar de inclusão digital, e estas apoiam o desenvolvimento dessas redes no mundo todo. Este estudo busca analisar como essas organizações atuam na promoção do modelo de redes comunitárias a partir do estudo de caso de uma rede desenvolvida por uma comunidade quilombola em Penalva, no Maranhão. Para isso, são analisados documentos, notícias e relatórios dessas organizações, assim como artigos que analisam redes comunitárias como uma alternativa para a inclusão digital. Também são analisadas publicações sobre o caso estudado, além de entrevistas realizadas com atores envolvidos no processo. Entre as principais formas de atuação destacadas estão o financiamento de iniciativas de desenvolvimento de redes comunitárias, capacitação de comunidades envolvidas, e atuação nos processos de elaboração de políticas públicas e regulações para fomentar a existência destas redes.

Palavras-chave


Inclusão Digital; Redes Comunitárias de Internet; Exclusão Digital; Organizações Transnacionais da Sociedade Civil.